Total de visualizações de página

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

O que seria de mim?

O que seria
de mim,
pobre mortal,
se não fosse
a poesia?

O que seria
de mim,
ser humano
que finda,
se não fosse
a leitura?

O que seria
de mim,
uma simples
mulher,
se não fosse
a cultura?

O que seria
de mim,
uma pessoa
singela,
se não fosse
o trabalho?

Que seria
de mim,
Marília,
se não fosse
a família?

Talvez
Não existisse
Ou se eu nascesse
seria incompleta
pois tudo isso
é a alegria do poeta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário