Total de visualizações de página

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

"Abandono" - Marília R. Alencar

Sou uma moça
Abandonada
Coração vazio
Na estrada
Todo este amor
Não importa
Eu não mereço
Teu valor
Pois tanto esforço
Para te agradar
Não é suficiente
Pra você me amar...

3 comentários:

  1. Obrigado por se ter tornado seguidora do meu blog, facto que me honra e que dá razão da sua existência. Como ambos trabalhamos na saúde (tanto quanto me parece) poderá encontar alguns temas da área sendo a tua análise bem vinda. Os mesmos temas embora de rigor científico têm uma perspectiva educacional e informativa, gostaria quando possível uma análise dos mesmos, se não é pedir muito, um dos temas é :"quando o coração chora" sobre o infarto do mioc´´ardio ou a osteoporose ou ainda o sindrome do túnel cárpico mas postarei outros e terei todo o prazer em saber a tua análise
    Uma vez mais obrigado pela tua presença, quanto aos teus poemas adorei.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Marília! Como sempre, muito talentosa: acredite, leve isso a seu querer. Ah, se isso me fosse possível!...
    Porém, não pense em coração vazio na estrada. Tanta inspiração mostra-o rico e cheio, ainda que ele se isole e apenas perceba o silêncio dos que querem dizer-lhe algo. Há encantos no mundo, que só os poetas, quando querem, vêem.
    Abração e obrigado por sua visita.

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigada, Veiga e Roberto Costa!!! Suas palavras são belas e uma honra para mim tê-los como amigos e parceiros do blog! Veiga, assim que eu puder, enviarei sim comentários sobre seus poemas. Os que li até agora são ótimos! Vou procurar estes que me citou, sobre saúde. Abraços aos dois. Sucesso e paz. Marília Alencar Marinho.

    ResponderExcluir